23 abril 2015

Dia Mundial do Livro

Boa Noite, Leitores!
Hoje é o dia Mundial do Livro e para não passar em branco aqui no nosso blog resolvi reblogar a matéria que a Paula Pimenta escreveu lá na sua coluna da Veja, "Fazendo Meu Blog". Então confiram aí informações super legais e vejam os livros que fizeram adolescentes se apaixonar pela leitura, espero que gostem:


No dia 23 de abril é comemorado o Dia Mundial do Livro, que foi instituído pela UNESCO em 1995 com o intuito de promover o prazer da leitura. A data foi escolhida porque nesse mesmo dia, em 1616, morreram três grandes escritores: Miguel de Cervantes, William Shakespeare e Garcilaso de la Vega. Dizem que um outro fator também influenciou na escolha da data: Segundo uma tradição catalã, no dia de São Jorge (que é exatamente 23 de abril), é costume dar uma rosa para quem comprar um livro, e também presentear os amigos com livros e rosas.

Mas você sabe como “nasceram” os livros? Desde a pré-história as pessoas se comunicavam por desenhos feitos nas paredes das cavernas, mas foi por volta de 3200 a.C., na Mesopotâmia (atual Iraque), que a escrita foi desenvolvida. O primeiro suporte utilizado com esse fim foram tabuletas de argila ou de pedra. Em seguida elas foram substituídas por cilindros de papiro e então por pergaminhos. Depois disso, veio o códex, que tinha um formato parecido com o livro que conhecemos: uma compilação de páginas. Mas apenas no século XV os livros impressos começaram a se popularizar, quando Johannes Gutenberg inventou a prensa móvel. Isso possibilitou a impressão em massa, que mudou para sempre a cultura ocidental.

Recentemente vivenciamos um fato que também marcou a história do livro. Você pode até não ter percebido a importância, mas com certeza os nossos descendentes lerão sobre esse acontecimento: O surgimento do livro digital. Acredito (e espero) que ainda leve muito tempo para que o livro impresso entre em extinção, mas esse novo formato tem ganhado cada vez mais adeptos.

Mas seja como for, em papel ou bytes, o fato é que ler é extremamente importante para a formação de todo ser humano. Através da leitura obtemos conhecimento, enriquecemos nosso vocabulário, estimulamos nosso raciocínio e imaginação, e aprendemos mais sobre qualquer assunto.

Fico triste quando escuto alguém dizer que não gosta de ler. Na verdade, acho que quem diz isso é porque ainda não encontrou um livro que estimule seu gosto pela leitura. Porque depois que aquele prazer de virar as páginas e só sossegar quando chegar ao último ponto final é descoberto, dificilmente a pessoa perde o hábito da leitura. Basta então encontrar o livro que desperte a essa paixão.

Pensando nisso, perguntei para alguns adolescentes qual foi o livro que os fez se apaixonar por literatura, e alguns livros foram mencionados várias vezes. Aí estão eles:


O pequeno príncipe (Antoine de Saint-Exupéry)

Mesmo quem nunca leu esse livro, já teve contato com alguma passagem dele. Aposto que você já ouviu a inesquecível frase: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Nas listas de mais vendidos há décadas, o livro acaba de se tornar domínio público e está ganhando várias novas versões, o que fará com que ele se torne ainda mais conhecido. A linguagem é simples e de fácil leitura, mas a singeleza e os ensinamentos da história permanecem com o leitor mesmo bem depois que o livro termina.

obediencia




A droga da obediência (Pedro Bandeira)

Um livro que há décadas agrada muitos adolescentes, pois reúne aventura, suspense e romance, e também gera identificação, pois os protagonistas são um grupo de amigos que se conhecem na escola. É impossível não torcer pelos Karas, lembro que quando li pela primeira vez fiquei desejando também ser um deles!

Harry Potter

Harry Potter (J.K. Rowling)

Quem nunca ouviu falar de Harry Potter provavelmente passou a maior parte dos últimos 15 anos dormindo… A história do jovem bruxo conquistou o mundo e formou toda uma nova geração de leitores.


Crepúsculo



Crepúsculo (Stephenie Meyer)

Hoje em dia algumas pessoas torcem o nariz para a saga vampiresca, mas na época em que o primeiro livro foi lançado gerou a maior “febre”, e com certeza foi o livro que fez muita gente começar a ler.

princesa

O Diário da Princesa (Meg Cabot)

Nada como uma série para fazer com que as pessoas queiram ler mais e mais. Em O Diário da Princesa acompanhamos a Mia (uma garota comum que de repente descobre que é uma princesa) por toda a sua adolescência durante os 10 livros da coleção. E ainda em 2015, exatamente 15 anos após o lançamento do primeiro livro (e cinco desde que a série terminou) a autora Meg Cabot irá lançar mais um volume, que contará o casamento da Mia.


A culpa é das estrelas


A culpa é das estrelas (John Green)

Um livro que sensibilizou muita gente. Ele conta a história da adolescente Hazel Grace uma paciente terminal de câncer, que se apaixona por Augustus Waters, um rapaz que também teve a doença. Mesmo prevendo o final, torcemos para que alguma mágica aconteça e mude o desenrolar dos fatos, tamanha a empatia que a Hazel e o Augustus provocam na gente. Um livro para ler com uma caixa de lencinhos de papel do lado.

Fazendo meu filme

Fazendo meu filme (Paula Pimenta)

Pode parecer meio pretensioso e fico até meio sem graça de colocar meu próprio livro na lista, mas ele foi muito citado na pesquisa que eu fiz! Além disso, recebo diariamente e-mails de leitores contando que não gostavam de ler até terem contato com meus livros, e que agora leem de tudo. Só posso dizer que é extremamente gratificante saber que a história da Fani, minha personagem sonhadora e apaixonada por cinema, tem feito tanta gente gostar de ler!


Caso não seja muito fã de leitura, quem sabe algum deles pode ser o responsável por fazer com que você também se torne um grande leitor? Estou torcendo por isso!

Até a próxima!

Paula

4 comentários:

  1. HP sempre tá nas listas :O lskajalksjalksjas Acho que O Pequeno Príncipe apaixona qualquer um... Acho lindo ver um livro mais antiguinho encantando os mais novos até hoje :)
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Renata!
      Acho que todos esses livros faz o gosto pela leitura surgir e O Pequeno Príncipe faz isso há tanto tempo, amo demais! Realmente HP tem muitos fãs e que bom que ele é responsável por transformar gerações de novos leitores.
      Agradeço a visita, bjuu.

      Excluir
  2. Olha desses livros que você listou os que mais me marcaram foi Harry Potter e Crepusculo, até porque foram os que mais gostei e que marcaram de certa forma a minha vida. Tenho saudades do tempo que a JK escrevia os livros e quando lançava já corria para as livrarias para garantir o meu para poder saber o que aconteceria com o Harry. Enfim...Adorei a sua postagem. Muito bacana.

    E outra, estou fazendo comentário duplo viu? Quando vc atualizar virei aqui de novo, porque fiz duas postagens em meu blog =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-filhos-de-lilith-o-despertar.html

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/nova-parceria-editora-petit-e-editora.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Silvana!
      Que bom que você gostou desta postagem, os créditos são totalmente da Paula Pimenta.
      Com certeza Crepúsculo marcou a vida de muitos leitores e eu acho que sou uma das poucas pessoas que nunca leu Harry Potter, mas acredito quando falam tão bem da série.
      Agradeço seu comentário, bjuu.

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo