20 dezembro 2014

Resenha: Questões Do Coração

Questões Do Coração
Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 440
Nota: ♥♥

Sinopse: Tessa Russo é mãe de duas crianças e esposa de um renomado cirurgião pediatra. Apesar dos avisos de sua mãe, Tessa recentemente abriu mão de sua carreira pra se focar na família e na busca da felicidade doméstica. Ela parece destinada a viver uma boa vida.
Valerie Anderson é advogada e mãe solteira de Charlie que tem apenas 6 anos e nunca conheceu o pai. Depois de muitas decepções, ela desistiu do amor - e até mesmo das amizades - acreditando que é sempre mais seguro não ter muitas expectativas.
Embora as duas mulheres vivam no mesmo subúrbio de Boston, elas tem muito pouco em comum além do amor pelos filhos. Mas numa noite, um trágico acidente faz suas vidas se encontrarem de um jeito inesperado.
Em uma história alternativa e com vários pontos de vista, Emily Giffin nos emociona com um livro luminoso em que boas pessoas são pegas em circustâncias insustentáveis. Cada um sendo testado de maneiras que nunca pensaram ser possível. E cada um deles descobrindo o que realmente importa.
As pessoas que você mais ama são as mais difíceis de manter por perto.

Resenha: Ultimamente tenho tido boas experiências com a Emily e fico muito feliz com a sua capacidade e evolução de escrita. Como sempre seus temas são bastante reflexivos e cotidianos, então se preparem para mais um romance envolvente, sentimental e peculiar. 
Bom, sinceramente fiquei boquiaberta com a sutileza usada pela autora para tratar sobre a infidelidade, um tema que tem muito o que falar e que infelizmente muito vivido atualmente. Enfim, garanto que a obra foi muito bem escrita, podendo como leitores vivenciar toda a crise juntamente com as personagens.
Confesso que fazia muito tempo que queria ler o livro e até cheguei pega-lo para ler uma vez, no entanto nem lembro o porque de não ter lido. O que me chamou bastante atenção foi o titulo e falar do coração sempre há dificuldades, é complicado. Fiquei bastante surpresa com a história, afinal a sinopse não revela nada do que realmente se trata e gostei de ser surpreendida pelas minhas expectativas.
Sempre que fico sabendo de alguém que passou por uma tragédia, não penso no acidente ou no diagnóstico, nem mesmo no choque inicial ou no posterior sofrimento. Em vez disso, encontro-me recriando os momentos corriqueiros que antecedem a tragédia. Momentos que compõe nossa vida, momentos que passaram despercebidos e que, provavelmente, seriam esquecidos se não fossem os eventos que se seguiriam. As lembranças anteriores à tragédia. - Tessa
Como já disse a trama aborda traição, mas também trás outros pontos reflexivos como: família num todo, negligências, amizades, perdão, etc. Tudo isso basicamente fala de amor e de como é difícil manter o que amamos por perto.
Essa  é a vida de nossas personagens: Tessa Russo e Valerie Anderson, duas mulheres sem muito em comum mas que tem essas mesmas implicâncias que citei no começo. As duas narram a histórias se alternando em cada capitulo, ambas sendo questionadas naquilo que sempre acreditaram e o interessante é que Tessa narra em 1ª pessoa diferentemente da Val que narra em 3ª.
A trama se desenvolve a partir do acidente de Charlie, quando começa os conflitos de Nick em relação ao seu casamento e sua convivência com Valerie. Continuar falando da história pode gerar spoilers, porém o que mais chama atenção são os sentimentos dos personagens e por isso vou falar deles de agora em diante.

Primeiramente gostaria de falar dos filhos delas, gostei muito da Ruby e do Frankie e principalmente do Charlie, um garotinho fantástico e suficientemente forte.
A Tessa foi uma surpresa para mim, ela aguentou a barra e soube tomar decisões corretas mesmo estando tão arrasada. Seus questionamentos talvez a tenham ajudado, afinal se reconhecer na relação não é para qualquer um.
A Valerie também não se passa por fraca, ela é uma mulher que cria seu filho sozinha e além disso teve que lidar com um acidente que o Charlie sofreu mudando todo o seu futuro.
Realmente fiquei parcialmente do lado das duas, me identifiquei e entendi cada uma. Não torci para nenhuma em relação ao Nick, só esperei pelo certo na vida delas. É difícil lidar com o amor e com  as expectativas, por isso fiquei só observando e esperando mais do Nick do que delas.
Eu nem gostei e nem odiei ele, prefiro dizer nada contra e nem a favor. Acho que o Nick não sabia direito o que queria e não dava o valor certo para o que tinha, assim ele só foi entender sua vida depois que pôs tudo em risco com a traição. Lembrando que nada justifica o ato.
Os personagens foram muito bem construídos e explorados nas emoções, a Emily trouxe uma narrativa incrível com as descrições certas.
Para encerrar dentre os personagens, a autora trouxe o Dexter e a Rachel do seu primeiro romance "O Noivo da Minha Melhor Amiga", como secundários neste livro, o Dex sendo irmão da Tessa. Gostei de saber um pouquinho deles e de que estão bem.
Ela se perguntava quem havia sido o idiota que um dia disse que era melhor ter amado e perdido que nunca ter amado. Nunca havia discordado tanto de algo. - Valerie
O final deixou meio vago sobre o que aconteceria, mas gostei do que a Emily deixou, foi o melhor desfecho se tratando do tema.
É um livro que está longe de ser perfeito, entretanto indico sem exitar vale a pena conhecer a narrativa e se envolver neste turbilhão de emoções.
"Questões do Coração", vai te fazer refletir e te mostrar a ter força e a determinação correta, além de confiar em si mesma. Uma história fictícia, mas que não deixa de ser real!

4 comentários:

  1. Oi Arielle, como vai?

    Li esse livro já faz 2 anos e adorei. Lembro que li em uma tarde e não conseguir desgrudar. A trama dele é bem complicada no quesito. Quem está certo/errado? Mas o livro e ótimo. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriel!
      Bem e você?
      Tambem gostei do livro, agradeço a visita. bjuu

      Excluir
  2. Eu li apenas um livro dela que foi Presentes da Vida e amei. Pretendo ler outros livros dela porque me senti tão envolvida com a forma que ela escreve que não tem como desgrudar.
    Beijos.
    http://recolhendopalavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dany!
      Tambem amei Presentes da Vida e com este não foi diferente, me envolvi do mesmo jeito.
      Agradeço a visita, bjuuu

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo