09 outubro 2014

Resenha: Uma Prova De Amor

Fiquem com mais uma resenha:

Uma Prova De Amor
Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 432
Nota: ♥♥

Sinopse: Primeiro vem o amor, depois vem o casamento e depois… os filhos. Não é assim? Não para Claudia Parr. A bem-sucedida editora de Nova York não pretende ser mãe, e até desistiu de encontrar alguém que aceite esta sua escolha, mas, então, ela conhece Ben. O amor dos dois parece ideal. Ben é o marido perfeito: amoroso, companheiro e — assim como Claudia — também não quer crianças. No entanto, o inesperado acontece: um dos dois muda de ideia a respeito dos filhos. E, agora, o que será do casamento dos sonhos? Uma Prova de Amor é um livro divertido e honesto sobre o que acontece ao casal perfeito quando, de repente, os compromissos assumidos já não servem mais. Contudo, é também uma história sobre como as coisas mudam, sobre o que é mais importante, sobre decisões e, especialmente, sobre até onde se pode ir por amor.



"A princípio, foi uma mudança sutil, como costumam ser as mudanças nos relacionamentos; fica difícil saber quando de fato começou."

Resenha: Depois de algumas experiências mornas com a Emily, peguei este livro sem muitas expectativas e até fiquei esperando uma narrativa fraca, no entanto acabei descobrindo uma história bem escrita e com uma boa temática. Adorei o que a autora abordou na trama e o seu desenrolar, foi uma leitura que acabou valendo apena e fez com que a Emily se elevasse mais no meu conceito de leitora, por isso sem sombras de dúvidas terei mais curiosidades de conhecer outras de suas obras.
O estilo da autora me atrai bastante, o seu jeitinho de escrever me contagia e suas temáticas são situações realmente verdadeiras que vemos por aí. Depois de "Presentes da Vida", este foi o livro que mais gostei até agora. Já adianto que a história envolve sentimentos, escolhas e superação. Sim, pode ser bem emocionante.

A trama se passa no cenário de Nova Yorke, com a vida de Claudia, uma mulher madura e bem sucedida no ramo editorial. - sim, seu emprego é o dos meus sonhos - Desde criança nunca quis ter filhos, porém a vida pode ser uma caixinha de surpresas e de repente as coisas podem mudar. A história implica nessa escolha e o que ela pode fazer com o futuro, como perder o que mais se ama. Enfim, é um turbilhão de emoções e a Claudia precisa fazer suas escolhas, então já é imaginável o desenrolar.
A Emily, explorou muito bem o que tinha em mãos. Não deixou brechas em relação as escolhas da personagem, pelo contrário, afinal mudar um pensamento não é de uma hora para outra, precisa-se vivenciar situações e outras coisas. Enfim, mudança nunca é fácil e ainda mais quando se é algo novo. Peguei muitas vezes a personagem com estes receios e acho que pode-se dizer a trama chega a ser clichê por isso, no entanto depende do ponto de vista do leitor e na minha visão achei um romance sútil e imprevisível.
Bom, o livro é bem longo, porém é muito fácil de ler e de se envolver dentro da história. Não é nada maçante e não tem nada que atrapalhe o fluir da leitura. E a narrativa se encontra em primeira pessoa, com a Claudia.

A personagem foi muito bem construída para esta situação, a Claudia se mostrou decidida e teimosa até aonde ela conseguiu. Confesso que não concordei com suas ações do começo, ela poderia ter pensado duas vezes mais antes de agir e não por achar que aquilo seria o melhor pro agora, mas talvez tinha que ter que dado toda a reviravolta possível na sua vida para que ela tivesse certeza de seu amor por Ben e todo o resto.
O amadurecimento dela é notável contudo o que ela vai passando e foi importante todo o drama para a questão de não ter filhos ser repensada.
O Ben que protagoniza junto com a Claudia, poderia ter tido um destaque maior, no entanto foi possível captar o que precisava dele e sim, ele é um fofo.
Sobre os personagens secundários, todos eles foram maravilhosos, adorei-os. Mas, só vou destacar alguns, principalmente a sobrinha da Claudia, a Zoe que é uma garotinha encantadora e de grande ajuda. Também gostei da Jess, sua melhor amiga, ela é incrível, sem dúvidas e por último seu amigo Michel, adorei as partes que ele aparecia que eram sempre engraçadas.
O que me desapontou é que a autora deixou incerto o final e comigo isto não funciona, queria saber o que ia acontecer, sei lá, precisava me sentir reconfortada de que tudo iria dar certo.

Achei a capa bem bonita e simples, mas combina com a história e a diagramação está linda, a fonte está num tamanho ótimo e tem espaços que dá a impressão de descanso, e as folhas estão num tom amarelado. O livro está classificado como muito bom, a Emily se superou e me fez ama-la. E claro que recomendo a leitura, ainda mais para quem não conhece a narrativa. Um romance que fala sobre amor, família, amizades e escolhas na vida, neste caso ter filhos ou não ter. Cativante e ao mesmo tempo reflexivo, assim é "Uma Prova de Amor".
"[...] O amor é raramente, e quase nunca, uma equação equilibrada. Alguém sempre ama mais.
Em nosso relacionamento, essa pessoa sou eu. Com alguns casais, as coisas podem variar."

2 comentários:

  1. Olá.
    Não tenho muita vontade de ler os livros dessa mulher, apesar de todos os comentários super positivos sobre ela. Mas a história parece ser bacana.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Inês!
      Entendo, sinto isso com alguns autores, mas a historia é ótima mesmo!
      Agradeço a visita, bjuu.

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo