30 outubro 2014

Dia Nacional do Livro: 5 Livros Que Recomendo

Boa Tarde, Leitores!
Ontem, 29 de outubro, foi o dia nacional do livro e mesmo estando um dia atrasada resolvi fazer um post rapinho para não passar em branco aqui no Blog!
Então confiram uma listinha de livros nacionais que indico e muito, que talvez muitos de vocês não conheçam.


Todos esses livros já li há muito tempo, mas cada um deles me marcaram de certa forma. Espero que gostem. Vamos lá?!

1. Cazuza - Só as mães são felizes
Sob a forma de depoimento, Lucinha Araujo narra a vida e os conflitos de seu filho Cazuza; sucesso de vendas, livro ganha adaptação para o cinema em junho.
O livro. Em um depoimento dado a Regina Echeverria, num tom quase de confidência, Lucinha Araujo relata todos os fatos marcantes de sua vida com seu único filho, o inesquecível cantor e compositor Cazuza, morto em 1990, em conseqüência da Aids. Só as Mães são Felizes, além de revelar detalhes surpreendentes sobre a trajetória de Cazuza e sua relação familiar, apresenta uma série de imagens raras do artista. A obra foi transformada em filme. Dirigido por Sandra Werneck e produzido pela Globo Filmes, ele narra a trajetória do ídolo a partir de seu relacionamento com a mãe.
A história do livro. O encontro entre Regina Echeverria e Lucinha Araujo resultou em 20 horas de gravações. Regina colocou não só ouvidos, cabeça e mãos a serviço de Lucinha, mas também seu coração, deixando-se arrebatar pela precisa memória amorosa da mãe de Cazuza. Narrado em primeira pessoa, Lucinha revela: "Passei minha vida a limpo com esse livro. Com ele, acho que posso dar um exemplo para as pessoas".
O que se diz. Segundo Ezequiel Neves, jornalista e crítico musical, "da primeira vez que li as provas de Só as Mães são Felizes, senti que as confissões de Lucinha Araujo, essa guerrilheira da paz e de todas as paixões, me fuzilaram... A gente chora, ri, mergulha em paroxismos e emoções maravilhosamente irremediáveis".

2. A Droga da Obediência - Os Karas, Vol. 1
Num clima de muito mistério e suspense, os Karas, enfrentam uma trama macabra internacional que está testando uma perigosa droga em adolescentes dos melhores colégios de São Paulo. Uma droga que pretende reduzir a humanidade à obediência absoluta e aos desígnios do sinistro Doutor Q.I.








3. Helena
Filha bastarda do conselheiro Vale, a jovem e bela Helena é reconhecida por ele em testamento e passa a viver na mansão da família. Só então conhece Estácio, apresentado a ela como seu irmão. Mas entre eles despertou o amor. E agora?








 4. Bisa Bia, Bisa Bel
"Quando escrevi Bisa Bia, Bisa Bel só estava com muita saudade de minhas avós. Vontade de falar sobre elas com meus dois filhos. Não imaginava que poucos depois ia ter uma filha e essa linhagem feminina ainda ia ficar mais significativa para mim e que este livro fosse ganhar tantos prêmios e tocar tanto os leitores...." E esta é a história de uma menina e de sua avó e a descoberta de muitas coisas.






 5. Tchau
Único livro de contos da autora, Tchau reúne quatro narrativas densas, onde - no estilo habitual que já se tornou sua marca - Lygia transita com inteira liberdade entre o realismo e o fantástico.
Nele, ela fala de paixão, de amizade, de ciúme e da necessidade de criar.
Tchau ganhou o prêmio O Melhor Para o Jovem - FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil), foi incluído na seleção dos melhores livros da Biblioteca Internacional da Juventude - Munique, Alemanha, e foi parte integrante da obra de Lygia que recebeu o prêmio Hans Cristian Andersen e o prêmio ALMA (Astrid Lindgren Memorial Award).

E aí já leu algum ou ficou interessado?! 

2 comentários:

  1. Olá, Arielle, boa tarde!
    Acredita que até hoje não consegui ler "A Droga da Obediência"? Lembro de estar no ensino fundamental e ouvir o pessoal comentando, depois novamente no ensino médio, mas nunca tive a oportunidade (ou fui atrás, não sei) de ler. Acho que o único da lista que já li foi "Bisa Bia, Bisa Bel", e isso quando era bem pequena. E poxa, fiquei realmente interessada pelo "Tchau". Gosto de livros de contos, e esse parece ser fantástico. Acho que vou marcar no skoob, para não acabar esquecendo :3
    Beijos e ótima semana!

    Resenha de "Os Três" no ar, não deixe de conferir <3
    Confissões de um Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Liah!
      Agradeço a visita e a opnião. Li Tchau faz muito tempo, mas foi muito interessante na época a A Droga da Obediencia é sensacional e inteligente.
      Bjuu sz

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo