17 julho 2014

Resenha: A Última Carta De Amor

Heeeeeey, Lindos!
Hoje venho com mais uma resenha para vocês. Não deixem de comentar e por favor deixem o link de seus Blogs para que eu possa retribui-los.

A Última Carta De Amor
Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Nota: ♥♥♥♥
         FAVORITO *

Sinopse: Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento. Com personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.


Resenha: Fazia um tempo que queria ler algo da Jojo e finalmente consegui pegar emprestado este livro de uma amiga. E antes de iniciar a leitura li algumas resenhas sobre a obra e vi que que todas tinham criticas positivas, além da minha amiga ter colocado o romance como o melhor que já leu. Depois disso tratei logo de começar a leitura.

Sinceramente, dei uma empacada logo nas primeiras páginas, pra mim a história não se desenvolvia e isso não estava certo depois de todos aqueles elogios á respeito. Então, foi por isso que não desisti e continuei lendo. E foi uma surpresa quando percebi que em algum momento o livro me prendeu totalmente, quanto mais eu lia, mais queria descobrir da história.
A autora escreveu maravilhosamente bem, ela conseguiu fazer desta obra um dos romances mais lindos que tive a oportunidade de ler. Estou até agora sonhando que um dia ainda viverei um amor assim! Mas, voltando a realidade, muito improvável a existência de um amor que resista ao tempo, a época, a indiferença e a dispensa de uma vida, venha acontecer nos dias de hoje.
"[...] E, se sentir que foi a decisão acertada, saiba ao menos isso em algum lugar deste mundo há um homem que a ama, que entende quão preciosa e inteligente e boa você é. Um homem que sempre a amou e que, por mais que ele tente evitar, desconfia que sempre a amará.
Seu,
B." (Uma das cartas)
O livro trás a história de duas mulheres: Jennifer e Ellie, porém acontecem em tempos diferentes  e em um dado momento elas se cruzam por acaso. E isso é o mais interessante, pois uma delas faz total diferença na vida da outra mudando completamente o rumo delas. Antes que eu esqueça, o livro está divido em três partes, sendo cada uma em anos diferentes.
É um pouco difícil comentar sobre o enredo, afinal tem essa mistura de tempo e posso acabar dando spoilles sem querer. Mas, o que posso dizer é que a história de amor de Jennifer se sobressai e é por causa dela e do Anthony que o livro tem este titulo. E para falar a verdade, as cartas é uma das melhores partes e com certeza são de chorar ao ler, pois transmitem o real amor dos personagens.
A história se passando tão antigamente, acho que deixa tudo mais romântico, afinal naquela época o que era o amor?!
Bom, fui totalmente envolvida pelo cenário, pelos personagens e pelas emoções. Diria que a Jojo tem uma obra-prima nas mãos e só lendo para conseguir entender do que estou falando.

A narrativa está em terceira pessoa e por isso não houve um só narrando, cada um mostrou o seu ponto de vista e não teve como não apreciar isso.
Cada personagem teve a sua característica e pude perceber a diferença quando mostrava o passado e o presente e isso estava até na escrita.
A Jennifer e o Anthony, foram pessoas que apreciei muito. E só de lembrar que o romance começou de uma forma boba torna tudo mais lindo. O amadurecimento de ambos foi instantâneo, não teve como não ver isso.
Apesar do destino não ter sido bonzinho com eles, o amor parece ter se fortalecido mais. E não posso deixar de sobressaltar o quanto a Jennifer foi uma mulher forte e de fibra, num era qualquer uma que teria feito o que fez nos anos 60.
A Ellie, acho que não teve o mesmo espaço que a Jennifer, mas é perceptível como ela aprende com a história de vida do casal e acho que isso a leva a um direcionamento diferente do que se ela não tivesse encontrado as cartas.
"-Tenho medo...
-De?
Ela fala bem baixinho.
- Tenho medo de que ninguém me ame tanto assim." (Ellie)
"- Bem , vamos encarar os fatos, não temos uma grande história de amor, certo? - Sem querer, ela fica consternada por ela não protestar." (Ellie)
O final foi encantador e adorei como a vida seguiu para cada um. Agora, a capa está tão linda! Da até pra imaginar quantas cartas foram escritas. A diagramação é perfeita. As folhas num tom amarelado, as letras num tamanho bom e a cada inicio de capitulo um laço igual ao da capa presos em mensagens.
Realmente é uma leitura fascinante e obrigatória a todos os leitores românticos, está mais do que recomendado.

Talvez a resenha não tenha saído do jeito que queria, mas espero que vocês tenham entendido um pouco mais do livro.
Até a próxima, pessoal!

4 comentários:

  1. Oi Arielle!!
    Eu quero muito ler esse livro que já está um tempinho na minha lista. Espero poder ler em breve :)
    Sua resenha está ótima! Parabéns pelo blog!!
    Estou seguindo...
    Beijos

    versosenotas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Babara!
      Espero que quando você ler goste tanto do livro quanto eu.
      Obrigado por comentar.
      Bjuu

      Excluir
  2. tenho esse livro, mas acredita que ainda não li!
    não sei porque to protelando tanto!
    seguindo! ta lindo o blog
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai, como não!
    É muito linda a história.
    Bjuu e obrigada por comentar.

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo