14 outubro 2013

Filmes: Gravidade

Gravidade é um dos grandes filmes de 2013, e foi de longe o melhor que vi no cinema esse ano.

No filme temos Ryan Stone (Sandra Bullock) como protagonista, ela um dos gênios da NASA, e está no espaço em uma missão especial. Porém não teríamos filme sem um problema certo? E esse problema leva Ryan a ficar à deriva no espaço junto com Matt Kowalski (George Clooney), um piloto experiente. Mas quando digo à deriva, quero dizer sem naves, sem cápsulas, completamente exposto no espaço somente com o traje astronauta.



Dito isso, não há como não lembrar da excelente HQ "Magnetar", e de fato há semelhanças na premissa, mas não nos prendamos a isso. O enredo do filme é muito bom e levanta discussões sobre a vida, a perseverança e a solidão. Não sabemos muito sobre os personagens, e eles nos dizem muito pouco, mas o que dizem e como dizem nos leva a criar empatia quase que imediata, mesmo com tão pouca informação.

Não há como não elogiar a fotografia também, esse é um dos filmes mais bonitos que já vi, tenho vontade de enquadrar diversos frames pra colocar nas paredes da minha casa. E esse é de longe o melhor 3D que já vi no cinema, eu sempre fui meio amargurado pensando que não conseguia ver em 3D (e olha que assisti "Avatar" e "O Hobbit" no Imax). Mas "Gravidade" finalmente me mostrou o que é e como se usa um 3D de verdade. Se puder assistir esse filme em uma sala Imax, eu recomendo fortemente, em São Paulo temos três: Cinepolis no shopping JK, Itaú Cinemas no shopping da Pompéia e UCI no shopping Anália Franco.
Mas caso não tenha isso à sua disposição, ao menos tente ir ver em 3D (é a primeira vez que eu digo isso).

Já elogiei o roteiro, a fotografia e o 3D, o que falta? Claro, a trilha e os efeitos sonoros. Estamos no espaço, e nos sentimos no espaço. Todos os efeitos sonoros trabalham para isso, seja em uma explosão surda, ou na trilha que navega entre o crescendo emocionante e o silêncio completo.

Enfim, minha posição final é: veja, e veja no cinema, e veja em 3D (Imax é um plus muito bem vindo).

Fiquem com o trailer pra dar um gostinho e se desesperar um pouco com nossa querida Bullock:

4 comentários:

  1. Ainda não vi, mas fiquei com vontade.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  2. Olá! Como vai?
    Adorei sua resenha/crítica sobre o filme. Quero assistir, entretanto não sei se será possível eu ir ao cinema, já que falta tempo e para sair de cartaz é um, dois. Ah, as salas do Cinepolis são tão... <3 Nunca assisti um filme em 3D, pois minha mãe diz que é horrível e gasta muito mais. Enfim, quem sabe eu não assista?
    Vi num programa na HBO - eu acho que é na HBO - que mostrou sobre o filme, e as gravações foram tão complicadas, segundo a Sandra Bullock! Também, simular uma vida no espaço é complicado...
    Abraços,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles tiveram que inventar toda uma tecnologia nova para conseguir movimentar a câmera e parecer como se ela não tivesse eixo. E concordo com sua mãe sobre não valer à pena ir ver filme em 3D, para mim sempre foi uma decepção, porém Gravidade foi a primeira exceção à regra, o 3D desse filme é espetacular.

      As salas do Cinepólis são realmente boas, as 3 salas IMAX em São Paulo (já fui em todas) eu ponho nessa ordem de qualidade:
      JK - Cinépolis.
      Pompéia - Itaú Cinemas
      Anália Franco - UCI

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo