01 setembro 2013

Face das Ambições

Ambições que nascem de um desejo coletivo,
a vida boa que foi
para todos prometido.
Dinheiro por ganância,
Namoro por solidão.
Sucesso na abundância,
Amor na vastidão.
-
Necessidade do capital,
necessidade do “ter”.
O que tenho é vendaval,
E o que terei me fará ser. 
Necessidade de me impor,
necessidade por dor.
Minha existência sem cor,
Anseia um espectador.
-
Ocupação para se orgulhar,
Conforto, mesmo o secreto.
Pessoas com quem contar,
Agora, o sucesso está perto.
Já não se deseja o espectador,
quando se tem uma nova cor.
A existência monocromática,
Já não é mais tão erradica.



William Barbosa dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo