29 agosto 2013

RESENHA: Pluvia

Boa tarde!

Hoje trago pra vocês a resenha de um livro de parceria:
Pluvia
Érica Azevedo
Novos Talentos
279 páginas.
Entre segredos e esperanças.
Nota: ♥♥♥♥
Orelha de Livro
Ana cresceu empenhada em suas histórias fantásticas, mas nunca teve oportunidade de se aventurar por elas. Abandonou-as ainda na adolescência, enxergando que a realidade é dura demais para tais voos inocentes. Mas, em meio a uma viagem a um vilarejo desconhecido no sul do Brasil, ela tem a oportunidade de enveredar por um mundo totalmente novo, quando, em meio à chuva do fim de tarde, observa as gotas se transformarem em pessoas iguais a ela. Sentindo o fogo que a preenchia na infância se reacender com a curiosidade, Ana vai atrás deles e se depara com um pedido de ajuda e a descoberta de um novo mundo: Pluvia. Mas o que essas pessoas realmente escondem? E qual o segredo por trás dos profundos olhos azuis do estranho senhor da mercearia? E o que de tão terrível está assustando os pluvianos a ponto de fazê-los pedirem ajuda a uma menina indefesa? Essas respostas serão desvendadas e muitas outras perguntas surgirão no decorrer da leitura de Pluvia. O primeiro livro da série “Os Mundos” traz um misto de aventura, romance e diversão para os leitores de literatura fantástica e que, como Ana, possuem sede por conhecer outros mundos.
Resenha: Pra começar, Pluvia no início não me prendeu muito. Chegou a ser uma leitura que eu estava "levando" e não que ela estaria fluindo. Por ser uma pessoa impaciente, o que me prendeu a continuar a leitura do livro foi a história que parecia fantástica e de fato, se tornou muito melhor do que eu esperava. Aos poucos Pluvia foi me conquistando e se tornando cada vez melhor, esse mundo à parte me conquistou, com seus personagens fantásticos. Pluvia é o tipo de leitura que vai se desenvolvendo ao pouco, criando mais expectativa para o leitor.
A história gira em torno do mundo Pluvia, os Pluvianos estão em perigos e mandaram um pedido de socorro para o nosso mundo. Através de pingos de chuva - literalmente - eles são introduzidos em nosso mundo e encontram Ana a qual sempre acreditou em fantastia, mas sua mãe a desencorajou desde criança. Ao convencê-la - obrigá-la, na verdade - a ir à Pluvia, Ana se depara com mundo diferente e amigos diferentes, onde ela se vê lutando por uma causa na qual ela nem sabe decerto, uma vez que eles estão sempre mantendo-a afastada das verdades sobre seu mundo. Ao ver que muitos desconfiam da sua lealdade, ela vai atrás do porquê e se depara com uma triste história acerca do encontro dos dois mundos.
Como disse anteriormente, no começo a história demora a nos envolver, mas com o decorrer do enredo flui naturalmente. Apesar de a narrativa oscilar de forma que as vezes parece que foi introduzida de uma maneira obrigatória, o modo de escrita da Érica é leve, de fácil compreensão e sua história é envolvente. Ela teve uma trama que tiveram seus pontos clichês, mas que não o desfavoreceram. Os personagens não chegam a ser profundam, mas são divertidos e envolventes.
Tive uma certa dificuldade, principalmente no início do livro em atribuir nomes aos determinados personagens. Por vezes, me encontrei perdida nesse aspecto, mas com o desenrolar da personalidade de cada um e da trama em si, foi mais fácil acompanhá-los. Por algumas vezes também percebi que o personagem foi intruduzida muito de repente, a ponto deu até esquecê-lo dele estar ali e parece que houve o mesmo com a escritora e de repente ela se lembra.
Ao todo, não tenho o que reclamar da leitura. Na verdade, ela me deixou bastante ansiosa pela continuação e me chamou muita atenção, principalmente pelo fato de que não criei grandes expectativas pelo livro, sendo assim não tive decepção.
A história é excelente, a narrativa é bem desenvolvida, apesar dos pontos oscilantes, seus diálogos são bem descritos.
Seus personagens podem não ser profundos, uma coisa que eu gostei muito no livro foi que eles não tiveram mudanças em suas personalidades. Apesar de cada um, conforme o desenvolvimento da história, ir adentrando de maneira diferente, eles mantiveram sua personalidades inicias e isso muito me conquistou, pois apesar de eu gostar de personagens que se desenvolvem com o enredo, é importante essa de os fatos, as paixonites, as lutas, entre outros acontecimentos não interferirem no caráter do personagem.
Espero não ter sido mal interpretada, a história é excelente. Apesar dos pontos de contrariedade na minha resenha, traços que já critiquei anteriormente, Pluvia é um bom livro, uma leitura leve que te conquista com facilidade.

Quotes: 
 — Estejam preparados para lutar - avisou - e, acima de tudo estejam preparados para morrer.
— Às vezes o que torna os nossos problemas maiores é pensarmos neles constantemente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo