15 julho 2013

The end of an era.

Olá pessoal. Aqui é sua Mestra e Bruxa da casa Sonserina colunista, Louise.

O post de hoje é quase um desabafo pessoal além de ser uma homenagem que faço humildemente para uma autora em especial que se ela lesse o que escrevi, com certeza eu ficaria tão feliz quanto uma criança ganhando doce. Como um sonho realizado. Mas, se ficar chato demais, podem me comunicar, mas compreendem, pra mim o assunto é um tanto... "Delicado". 
Grata.


Devo admitir que hoje é um dia especial não só para mim, como para milhões (Por que não dizer BILHÕES?) de pessoas ao redor do mundo.

Não. Hoje não vou postar nada sobre Oblikovalci, até porque, hoje foi um dia... Bem... Um dia um tanto chato.

Exatamente a dois anos, fãs do mundo inteiro lotavam as salas de cinema para assistir o final épico da saga (no meu caso, contra a minha vontade, porque eu não queria aceitar o "fim"), na minha humilde opinião, mais surpreendente, cativante e, principalmente, mágica que já existiu. Hoje faz dois longos anos sem a magia de Harry Potter.


Meu ingresso. Acabei de tirar essa foto '-'

Essa sou eu sorrindo com meu ingresso velho guardado com amor.


Vocês podem achar que é exagero meu, que é uma bobagem de uma fã louca e retardada. Não, meus caros, não é. Eu fiquei o dia pensando no que dizer nesse post. Não vou dizer que essa saga é a minha vida, até porque, uma vida é muito mais do que filmes, livros, desenhos, etc... Mas foi um aprendizado único. Foi a partir de aí que eu comecei a amadurecer. Eu não tenho palavras pra descrever o que essa saga foi pra mim. Acho que é o mesmo aprendizado para esses milhões de bilhões de pessoas que entraram no cinema tiveram durante dez anos.
Foram dez anos acompanhando a saga durante a infância e a adolescência. Aprendendo, divagando, sonhando. Mesmo com o suposto fim, todos nós potterheads estamos aqui, firmes e fortes.

Essa sou eu no cinema.

"Não vale à pena viver sonhando e se esquecer de viver." Alvo Dumbledore.

Essa foi uma das citações que mais me marcaram, não só do filme como no livro,
"O Prisioneiro de Azkaban".

Aprender o significado do amor e da amizade acima de tudo. O amor não só conjugal ou amor à amizade, mas amor à família, que era o que Harry mais queria e ganhou com a família Weasley. Mas todos nós sabemos que você se sentir um membro da família do seu amigo é bom, mas não é a mesma coisa de ter seus pais perto de você. E o que seria mais justo ao protagonista do que fazer a sua própria família? Era o desejo mais profundo de Harry, como mostrou o espelho de Ojesed.

Antes que eu comece a chorar MAIS vou terminar esse post levantando minha varinha aos céus. Pra fechar com chave de ouro, uma frase épica do Sirius, além de ser um outro aprendizado que levaremos pro resto da vida.


"I hope to see you soon" - J. K. Rowling.


4 comentários:

  1. Eu to chorando D:
    Só tenho um trecho a deixar aqui, um que por si mesmo se defini.

    "Depois de todo esse tempo? ALWAYS"

    E assim será.

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo