11 julho 2013

RESENHA: A Viagem Do Tigre

Olá, Galera!
Como prometido aqui está a 3ª resenha da saga!

A Saga Do Tigre - A Viagem Do Tigre
Titulo Original: Tiger's Voyage
Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 498
3/5
Nota: ♥♥♥♥ 

SINOPSE: Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores.Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia.
No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos.
Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada emdireção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.


“Quem, tendo um coração para amar e, dentro dele, coragem para tornar conhecido o seu afeto, poderia se conter?”

Se deixar a oportunidade passar, sempre vai ficar pensando “e se…”.
Resenha: Esse é terceiro livro da série e não podia ser diferente, pois continuo adorando a estória e não vejo a hora de concluir a saga. Nesse volume, contém mais páginas e achei um pouco longo pelo fato de parecer meio enrolado. Mas, apesar disso a Colleen, continua me surpreendendo ao longo da leitura e só quero saber o que fará a respeito desse polêmico triângulo amoroso. Continuo em duvida de quem Kelsey deve ficar, porém a relação dela com Ren é algo mais intenso e já com Kishan é algo mais calmo. Bom, os dois são ótimos concorrentes ao seu coração e a meu ver ela devia ficar com ambos, já que é tão difícil escolher um príncipe/tigre. Uma coisa que adorei também foram às declarações de amor feitas por eles e os poemas citados, que foram muito românticos.

 A estória continua com mais uma tarefa para a quebra da maldição dos tigres e dessa vez a viagem é longa e complicada, ainda mais com os três trabalhando juntos. A aventura deles gira em torno de altos mares e dragões. No entanto, a viagem só começa lá pro meio do livro, pois antes disso Kelsey tem de lidar com a perda de memória de Ren e os seus recentes sentimentos por Kishan, enfim é uma longa parte sentimental: onde ela chora pelos cantos, é consolada e assim segue respectivamente. Até que todos eles vão para o mar aprender mergulho e partem para novos perigos.
O amor não é uma consequência. O amor não é uma escolha. O amor é uma sede… Uma necessidade tão vital á alma quanto à água é para o corpo. O amor é um liquido precioso que não só alivia uma garganta seca como também revigora o homem. Dá forças suficientes para que ele se disponha a matar dragões pela mulher que lhe oferece esse sentimento. Se você tirar esse liquido do amor de mim, vou ressecar e virar pó. Tirar isso de um homem que está morrendo de sede e dar a outro sob o seu olhar é uma crueldade que eu nunca achei que você pudesse cometer. 
A parte final foi a mais empolgante para mim, pois estava cheia de ação e um pouco menos romantico. Então, foram muitas lutas e sangue envolvidos, uma batalha entanto. E é no fim também que o louco/vilão Lokesh aparece e não deixa a desejar no que tanto quer.

Por último não posso deixar a capa de fora, pois continua seguindo o estilo indiano, mas dessa vez vem com um dragão estampado. Achei que a Kelsey, pareceu amadurecer e também ficou mais forte durante as estórias, enfim, estou louca para ler o próximo livro. Os mitos continuam e como sempre curiosos. Não preciso dizer que recomendo, pois é óbvio que adorei.

“- Então você quer ser minha amiga?
- Quero. Sem pressão, sem lágrimas, sem lembretes constantes de coisas que você se esqueceu, sem nada. Vamos apenas recomeçar. Do zero. Vamos aprender a ser amigos e a nos dar bem apesar da sua vontade de sair correndo. O que me diz? - Eu limpei a mão num guardanapo e a estendi. - Temos um acordo?

Ren refletiu, sorriu e apertou minha mão.”

Até a próxima, beijos!

2 comentários:

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo