04 julho 2013

RESENHA: O Resgate Do Tigre

Olá, Pessoal!
Como prometido, embora demorou um pouco, aqui está a resenha do segundo livro dessa saga e prometo postar a 3ª resenha em breve. Aproveitem!

A Saga do Tigre - O Resgate Do Tigre
Titulo Original: Tiger's Quest
Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Páginas: 432
2/5
Nota:  ♥♥♥♥ 

Sinopse: Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.



Fé. Confiança. Desejo.

Até onde você iria para libertar a pessoa amada?
“Existem muitos tipos de beijos. Há o beijo apaixonado de adeus - como o que Rhett deu em Scarlett ao partir para guerra. O beijo de “não posso ficar com você, mas quero ficar” - como o de Super-Homem e Lois Lane. Tem o primeiro beijo - delicado e hesitante cálido e vulnerável. E tem também o beijo de posse - que era como Ren me beijava naquele momento.”
Resenha: Já disse na resenha do livro anterior que essa série é maravilhosa e nesse volume não será diferente. Agora em “O resgate do tigre”, a autora conseguiu deixar a estória mais emocionante... Envolvi-me de uma forma intensa durante a leitura, pois é impossível não se apaixonar pelos dois tigres. Não posso deixar de comentar, que gostaria de ser Kelsey, pois ter dois lindos príncipes/tigres te amando é o sonho de qualquer garota. Enfim, vale muita pena ler essa saga, pois é incrível. A capa mais uma vez é linda nesse estilo indiano e agora com um tigre negro estampado, na qual é Kishan, que ganhou bastante espaço nesse livro.


Como o titulo nos diz, haverá um resgate e já é de se imaginar qual deles será capturado: Ren. Assim, acredito que a Colleen quis deixar formar um triangulo amoroso entre eles. Mas o que fico tentando adivinhar é com quem Kelsey vai ficar, pois ficou tudo complicado depois da captura de Ren. Não tenho preferencia por nenhum dos dois, e nesse caso se fosse ela, ficaria com ambos.
“- Ei, você nunca me disse o que significa chittaharini.
Ele beijou meus dedos.
- Significa “a que cativa a minha mente.”
- E iadala?
- Querida.
- Como se diz “eu te amo”?
- Mujhe tumse pyarhai.
- E “estou apaixonada”?
Ele riu.
- Você pode dizer anurakta, que significa que você “está se afeiçoando a” alguém. Ou pode dizer que é kaamaart, que significa que é uma “jovem intoxicada com amor ou perdida de amor”. Prefiro a segunda forma.
Sorri, de modo afetado.”
Nesse segundo volume, vamos vivenciar muito romance, ação e aventura. A nossa personagem partirá para mais uma viagem para quebrar outra parte da maldição dos tigres e dessa vez irá acompanhada de Kishan. Além disso, terão que preparar um resgate para Ren. Já deu para perceber quantas aventuras eles irão passar. E claro que vamos nos divertir muito também, pois essa nova dupla junta prometem muitos risos. O nosso tigre negro é direto, sedutor, e joga todo seu charme não perdendo uma chance de conquistar a namorada do irmão.

O final do livro é surpreendente, pois a volta de Ren muda tudo, pois ele vem com uma parte da memória apagada. Bom, não vejo a hora de ler o próximo livro, só para ver o que a autora irá fazer com esses três. Outra coisa é que conhecemos novos mitos da cultura indiana. E o que são alguns trechos desse livro?! São muito legais, pena que não dá para por todos aqui. Vocês terão que ler pra pegar os detalhes e nem preciso dizer que recomendo. 
“- Não sou o tipo de homem que reprime os sentimentos, Kells. Não fico sentado no quarto me consumindo de tristeza, escrevendo poemas de amor. Não sou um sonhador. Sou um lutador. Sou um homem de ação e vou precisar de todo meu autocontrole para não lutar por isso. Quando é preciso fazer alguma coisa, eu faço. Quando eu sinto alguma coisa, eu tomo uma atitude. Não vejo nenhum motivo para que Ren mereça ter a garota dos seus sonhos e eu não. Não me parece justo isso acontecer comigo duas vezes.”

Até a próxima, beijos! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo