30 julho 2013

RESENHA: Estilhaça-me

Olá, galera!
Venho com mais uma resenha para vocês e essa não podia ficar faltando aqui no blog, por isso resenhei e a Aline postará a de Liberta-me.

Estilhaça-me
Titulo Original: Shatter Me
Tahereh  Mafi
Editora: Novo Conceito
Páginas: 304
1/3
Nota: ♥♥♥♥♥

Sinopse: Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

"Meu toque é letal. Meu toque é poder."

Resenha: Foi a Aline quem me indicou esse livro e de tanto ela me dizer que era mais que bacana, fui atrás e acabei concordando totalmente. Tenho muitas coisas a dizer sobre esse maravilhoso e incrível livro, pois é um daqueles que é impossível largar de tão contagiante. Até o momento é a minha distopia favorita, pois foi a que mais me envolvi na história e entrei na pele da personagem. A autora conseguiu desenvolver uma história surpreendente e soube muito bem explorar a personagem.

Juliette é uma garota intocável, pois nasceu com o poder de estilhaçar qualquer um que a toque e por isso passou muito tempo trancafiada sem poder saber o que estava acontecendo no mundo. Apesar de acreditar ser um monstro, ela mostra um lado totalmente humano e expõe seus fortes sentimentos em seu caderno, onde podemos ver o seu verdadeiro lado. Achei que ela é uma personagem forte que tem não só grandes poderes em suas mãos, mas também uma essência do bem que pode conquistar o mundo e salvar a sociedade do O Restabelecimento.
“Tenho gritado por anos e ninguém jamais me escutou.”
Adam é um garoto maravilhoso, lindo, carinhoso, romântico, corajoso e tudo de bom. Apaixonei-me totalmente, pois ele faz de tudo para proteger quem ama e não tem medo de se apaixonar por Juliette mesmo sendo intocável.
Depois de muito tempo presa, Juliette encontra uma nova esperança em Adam, que a ajuda a acreditar em si mesma. Um amor que os ajuda a se livrar das garras malvadas de Warner, que só pensa em usa-la como uma arma e fiquei sentindo muita raiva dele por causa das coisas horríveis que fazia, apesar de ser lindo, era um completo maluco que só demostrava sede de destruição. Mas penso que só precisava de alguém que se importasse com ele e desse amor e carinho, por isso acho que no final viu em Juliette tudo o que faltava nele e assim veio sua obsessão por ela.
“A esperança neste mundo sangra do cano de uma arma.”
O final é muito surpreendente, pois revela algo que nem imaginaríamos e o que nos faz ansiar pela sequencia. Tanto que nas ultimas páginas não pensava em largar e nem queria que terminasse. É um daqueles livros que depois de terminado você ainda continua pensando na história e imaginando o que pode acontecer. Envolvente do começo ao fim, bem escrito, emocionante e mágico, assim que vejo Estilhaça-me, pois não trás apenas uma história de amor, amizade e uma sociedade perdida que procura reverter o jogo, mas também um pouco de reflexão do que os personagens estão passando. 

A capa é espetacular e brilhante que combina perfeitamente com a história e sem falar da diagramação que é ótima, que não cansa o leitor, tem uma fonte boa e capítulos bem divididos. O livro está mais do que recomendado, onde cada um irá suspirar se aventurar, se emocionar, se encantar e favoritar. Mal posso esperar para saber o destino de Juliette, Adam e Warner e tenho certeza que a autora não vai nos deixar na mão conforme nossas expectativas. Bom, espero que eu tenha conseguido passar tudo para vocês e só posso dizer que tentei fazer da resenha tão boa quanto o próprio livro.
“A única existência que conheço agora é a que me foi dada. Um eco do que costumava ser.”
Até mais, gente!

2 comentários:

  1. Ahh eu quero tanto ler este livro, mas cadê o tempo? Tenho tantos outros livros para ler :(

    Adorei a resenha. Me deixou ainda com mais vontade de ler.

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk'
      Entendo, mas quando achar uma brecha leia sim, porque vale muito a pena.
      Eu também quero ler muitos!
      Obrigado,
      Beijos!

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo