16 julho 2013

Oblikovalci: Raiane de Almeida

Mundanos, olá! Mundanos: Olá, Louise!

Hoje quem eu dou a palavra é para a futura Designer, Raiane de Almeida, minha amiga de infância.
Olha, confesso que estou bastante surpresa com a qualidade dos desenhos dela. É sério. Desenhava com ela desde quando eu falava "rei leião” (ou seja, muito tempo) e ver como ela evoluiu no desenho me dá vontade de chorar '-'



Chega de mimimi, à entrevista! õ/

1. Teve alguém que o incentivou a desenhar na sua infância?

R. 1. Minha mãe. Ela sempre gostou, e guardava qualquer rabisco meu. Também já me comprou várias revistas passo a passo, dessas de bancas de jornal. Acho que sou o maior investimento a longo prazo dela. (Louise: Tive de comentar, ai que lindo, gente! *-*)

2. Quais são suas referencias?

R. Gosto muito do estilo mangá, e meu interesse começou mais ou menos a partir daí. Mas é inegável a influência dos gibis de Maurício de Souza, por quem sou apaixonada até hoje.

3. Você fez algum curso parar moldar seu estilo?

R. Quando tinha uns 13 anos, tentei um curso de figura humana, mas fiquei por pouco tempo. Talvez tenha sido o momento errado, pois não gostei muito. Hoje tento aproximar meu estilo cada vez mais do real, ainda que de forma simplificada, mais cartunesca.

4. Que materiais você usa para desenhar ou pintar?

R. Gosto de começar os esboços com Faber Castell 2B, e se quero realçar detalhes, uso um grafite mais escuro 5B ou 6B, o que estiver melhor apontado. Também gosto de usar caneta preta comum se quero que algum traço não seja apagado ao longo do desenho (parece um crime, mas eu acho que nanquim borra alguns detalhes que eram para ser mais finos). Ultimamente gosto de usar lápis de cor, mas ainda estou aprendendo o manejo de luz e sombra. E, finalmente, meu novo projeto é aprender a usar bem a mesa digitalizadora, já que pintura digital me enche os olhos para o futuro.

5. Você tem alguns projetos em mente?

R. Pintura digital, definitivamente. Estou ansiosa aguardando a matéria de ilustração na faculdade (faço Design Gráfico)

6. Esta atualmente trabalhando em algum?

R. Eu diria que estou mudando um pouco o estilo. Algo mais próximo do real que antes, mais proporcional. Quero evitar exageros, mas manter um caráter cômico.

7. Qual o desenho mais marcante de sua vida?

R. O desenho animado mais marcante é sem dúvida, Sakura Card Captors. Não foi o primeiro anime a que assisti, mas foi o mais especial. Até hoje o considero meu preferido. (não tenho nenhuma obra de arte marcante ._.)

8. Seus desenhos expressam seus sentimentos?

R. Sim. E todo desenho é uma parte minha, de minha vivência e da minha personalidade. Eles refletem meu humor e estado de espírito... E são minha maior paixão.

9. Quais estilos você gosta de usar em suas ilustrações?

R. Boa parte é referente aos mangás que leio (Sand chronicles, Kimi ni todoke, Dengeki Daisy, Hana kimi...), e também dos desenhos animados aos quais assisti durante a infância.

10. Quem são seus artistas em que você se espelha? Ou usa como referencia?

R. Motomi kyousuke (Dengeki Daisy), além de ter um dos meus estilos favoritos me mostrou que mangakas têm bigodes e bom humor.  Karuho Shiina com seus personagens amáveis me mostrou que mangákas também são gentis e capazes de formar uma família. Maurício de Souza me mostrou que uma família de amigos têm qualidades e defeitos, e que isso é importante para a convivência. E devo agradecer a Hinako Ashihara pelos cabelos, à Clamp pelas roupas (figura e fundo são essenciais) e à Hisaya Nakajo pelas dobras das roupas. A influência deles são um verdadeiro tesouro.

11. Você gosta de um estilo mais voltado para perspectiva de cenário ou mais para cenas de ação?

R. Perspectiva, embora eu não seja tão boa assim. Adoro cenas de ação, mas eu gosto de forcar minha arte para coisas comuns do nosso dia-a-dia. Gosto que meus desenhos deem às pessoas uma nova "perspectiva" sobre determinada situação, ou expressem um determinado sentimento que naquele momento, se sobressai em mim.

12. Qual seu esquema de cores favoritas? Prefere macio e suave ou um misto de preto e branco com cores fortes para demonstrar cenas fortes?

R. Depende da história do desenho, e do que ele quer representar. Mas geralmente eu uso mais o misto de preto e branco, diferenciando cores pela pressão no grafite.

E agora seus desenhos :D




HEI VOCÊ! É, VOCÊ MESMO! Sabe desenhar? Sabe? ENTÃO POR QUE NÃO MANDOU SEU DESENHO PARA NÓS? É hiper fácil! Entre em contato comigo ou com a Juliana.

4 comentários:

  1. Que desenhos perfeitos *o*
    To seguindo, retribui?
    Beeijos,
    Gabi.
    http://lendoeaprendendoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lindos os desenhos e show a entrevista.
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Seria uma pena se eu estivesse com vergonha demais pra comentar algo realmente legal, né... :x

    Ah, obrigada pelos elogios >.< Eles significam muito pra mim.

    Bjs? Até mais?

    *run away*

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo