22 junho 2013

REBLOGANDO: Feminismo for Dummies

Eu encontrei esse texto no blog da Clara Averbuck, o texto é dela, mesmo e eu já havia postado outro chamado "Friendzone: Um Lugar Que Não Existe". Bom, eu achei que esse texto aborda um tema bem polêmico e eu amei, então vim compartilhar com vocês.
Aproveitem.

Feminismo por We Hear It [www]

Feminismo for Dummies 

Eu sou feminista. Vocês sabem disso, né?
Eu sou feminista e fico doente quando as pessoas dizem:
"Não sou feminista, sou feminina"
"Não sou feminista e nem machista"
"Não sou feminista, acho que todos deveriam ser tratados igualmente e ter os mesmos direitos"
Bom, vamos lá.

Feminismo não prega ódio, feminismo não prega a dominação das mulheres sobre os homens. Feminismo clama por IGUALDADE. Feminismo não é o contrário de machismo. Machismo é um sistema de dominação. Feminismo é uma luta por direitos iguais.

Então se você diz "não sou feminista, acho que todos deveriam ser tratados igualmente e ter os mesmos direitos" você está dizendo, exatamente, "não sou feminista, mas sou feminista". :-)

A falha lógica que mais tem me incomodado ultimamente é nego achar que você tem que ser contra uma coisa pra ser a favor de outra. O feminismo não luta contra os homens, e sim contra o supracitado sistema de dominação, que, veja só, foi criado por... homens. Fica clara a diferença entre lutar contra um sistema cagado e lutar contra todo um gênero? Eu sempre tento educar as pessoas a respeito do tema - desde mulheres que acham que as feministas são contra depilação, batom, salto e dar de quatro até os carinhas que acham que o feminismo consiste em odiar e tentar dominar os homens. Quer dizer: acham que pra você ser a favor dos direitos das mulheres, tem que necessariamente ser CONTRA os dos homens, todos eles. É extremamente cansativo ficar explicando a mesma coisa o tempo inteiro. Mas eu explico, explico e explico, várias vezes por dia, porque eu quero que as pessoas parem de ter medo do feminismo. Aliás, mundo machista também oprime os homens com esse negócio de que eles têm que ser os provedores, que ele têm que ser durões, que não podem chorar, que não podem demonstrar nenhuma característica atribuída ao feminino porque mulheres são consideradas fracas e inferiores. Gay é "xingamento" porque ser gay é ser um homem mulherzinha. Gente, não dá mais isso aí.

Feminismo não tem nada a ver com não ser feminina. E nem com ser. Feminismo tem a ver com liberdade, com eu, você, elas e eles podermos todos viver e ser sem ninguém dando pitaco em como devemos nos portar. Feminismo é sobre liberdade e respeito. Sabe? E é difícil ser realmente livre neste mundo.

Como diz minha amiga Nádia Lapa, o feminismo não é uma seita.

Há um teste simples pra saber se você é feminista.

1. Você concorda que uma mulher deve receber o mesmo valor que um homem para realizar o mesmo trabalho?
2. Você concorda que mulheres devem ter direito a votarem e serem votadas?
3. Você concorda que mulheres devem ser as únicas responsáveis pela escolha da profissão, e que essa decisão não pode ser imposta pelo Estado, pela escola nem pela família?
4. Você concorda que mulheres devem receber a mesma educação escolar que os homens?
5. Você concorda que cuidar das crianças seja uma obrigação de ambos os pais?
6. você concorda que mulheres devem ter autonomia para gerir seu dinheiro e seus bens?
7. Você concorda que mulheres devem escolher se, e quando, se tornarão mães?
8. Você concorda que uma mulher não pode sofrer violência física ou psicológica por se recusar a fazer sexo ou a obedecer ao pai ou marido?
9. Você concorda que atividades domésticas são de responsabilidade dos moradores da casa, sejam eles homens ou mulheres?
10. você concorda que mulheres não podem ser espancadas ou mortas por não quererem continuar em um relacionamento afetivo?

Respondeu sim pra tudo?

Está confortável na cadeira?

Você é feminista. Uau!

As pessoas confundem feminismo com um monte de coisas. As pessoas têm medo da palavra FEMINISMO.

Feminismo. Feminista. Feminismo. Feminista. FE-MI-NIS-MO.

Feminismo não é misandria, gente. 
MisandriaOrigem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Misandria é o ódio ou desprezo ao sexo masculino (homens ou meninos). A palavra vem do grego misos (μῖσος, "ódio") e anēr, andros (ἀνήρ, caso genitivo ἀνδρός; "homem"). É paralelo à misoginia, o ódio para com o sexo feminino. Misandria é o antônimo de filandria, que é o apreço, admiração ou amor aos homens.

E chegamos ao fim do módulo I do FEMINISMO PARA DUMMIES.

Espero que tenha sido esclarecedor.

Clara Averbuck

2 comentários:

  1. Sou feminista mas sou contra o aborto. Não gosto da Clara :/
    Acho que muitas vezes Feministas são muito exageradas. Tipo, ser contra o cavalheirismo e tal.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li dois textos dela e amei e em relação ao feminismo, é direitos iguais, mas tem pessoas que são extremistas.

      Excluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo