22 junho 2013

O Inverno Começou


O inverno começou. Sinto a brisa gelada soprando meus cabelos. Não é de hoje, claro. Apesar de ser uma cidadezinha do interior, as noites andam bem frias. Na minha opinião, a melhor época do ano. Coberta, cama, televisão, bons filmes, seriados, livros, música , café, chocolate quente, fone de ouvido. Existe coisa melhor? 
Mas sempre há aquelas coisinhas chatas pra nos desanimar, né? Geralmente eu entro em êxtase todo dia 21 de junho, que marca o início da minha estação preferida. Mas ultimamente vem acontecendo tanta coisa que você acaba por esquecer as coisas maravilhosas que a vida tem, você acaba perdendo aqueles pequenos detalhes que você sempre deu tanto valor. Você pode perder momentos tão únicos e especiais que pra outras pessoas acaba por ser despercebido. 
E parece que é sempre culpa de alguém. 
É a sua mãe que insiste em te culpar pelas bagunças do seu irmão mais novo, pela irresponsabilidade da sua irmã mais velha, por um copo que tá fora do lugar. É na escola, curso ou faculdade, que parece que além de estar atolado de provas e trabalhos, está em crise não só nos estudos como com seus colegas. No trabalho também. Há diversos problemas. 
Tem suas amigas (os) que você está brigado, por causa de discussõezinhas bobas e você fica espantanda em como elas se deixaram abalar por coisas tão insignificantes. Você tenta respeitar o espaço deles, mas a exclusão machuca, né? 
É o seu namorado, o cara que você gosta, ou a menina que você está a fim. Você sente que está sempre sendo evitada. Você sente a rejeição nos olhos dele. A palavra que as vezes machucam, mas você não pode fazer nada porque você acha que a culpa é totalmente tua. 
São vários fatores que fazem com que você perca as coisas que você mais ama. 
Como o início da sua estação favorita. Como ler um livro diferente. Como tocar em páginas amareladas. Conhecer uma música nova. Olhar pra um céu cheio de estrelas, uma lua nova. A brisa do inverno soprando. A sensação do conforto de estar em casa. O sabor de um café que acaba de ser feito. Doces. Bobeiras. Coisas saudáveis. O sentimento de realização. Cozinhar algo diferente. Conhecer coisas diferentes. Conversar com gente diferente. 
O prazer em sentir um cheiro de uma flor. O simples ato de levantar e agradecer que você está vivo, que você tem mais um dia pra lutar e fazer isso tudo de novo
A gente deixa as coisas ruins atrapalham momentos maravilhosos. 
A gente vai perdendo nossa própria essência, sem ter ninguém pra culpar. Porque a verdade é que essas coisas te atinge porque você deixa. Tá, são coisas importantes e acreditem, sei quão ruim é cada uma dessas situações. Mas sei lá, enxuga as lágrimas e pense que você está vivo! Que você tem a oportunidade de fazer tudo de novo. Que você ta tendo a oportunidade de fazer a coisa certa dessa vez, ou fazer errado novamente. 
O que realmente importa é você fazer alguma coisa. É você tentar, sair do comodismo e da sua zona de conforto. Tentar algo diferente, ou fazer coisas antigas, mas que lhe proporcionem prazer. 
Fazer algo só por fazer, não por obrigação. 
Se arrumar pra você, pelo simples prazer de ver o seu reflexo no espelho com algo que você goste
Escrever algo novo, sobre seu dia, sobre sua semana, sobre seu relacionamento que não deu certo, sobre seu relacionamento que está dando certo. Sobre sua briga com sua família, sobre como você superou isso. 
Transforme essas coisas ruins em coisas não tão ruins. Transforme-as em inspiração. 
Em motivação.
Começar o dia se amando mais. 
E termine o dia agradecendo pelo mesmo. 
Bom inverno pra você. 

Um comentário:

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo