16 maio 2013

Texto: "Soneto de Fidelidade"

Olá, Galera!!!
Venho postar esse poema na qual eu amo e é um dos meus preferidos. Muitos já ouviram falar de Vinicíus de Morais, mas não conhecem o seu trabalho, portanto agora vejam como ele é perfeito com as palavras. Esse poema é muito lindo, espero que gostem.



Soneto de Fidelidade
(Vinicius de Moraes, 1939)

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure


Até a próxima, gente!!
Comentem por favor!


Um comentário:

  1. Vinicius de Morais, um clássico. Bem, há algum tempo atrás poderia dizer que nunca iria ler algo do tipo, por mais que seja bom; hoje eu digo que seria uma idiota se não lesse.
    Ótima escolha.
    Beijos.
    Karol,
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo