02 dezembro 2012

Parceria: Fernando Mendes

Olá pessoas lindas *-*
Venho com mais uma parceria, com o escritor Fernando Mendes.


Nascido em 22 de maio de 1981, Fernando Mendes é professor de inglês desde 2000, além de ser pintor e desenhista.
Em Fevereiro de 2009, seu conto "O Teórico" se tornou seu primeiro texto publicado, no livro "Com a Palavra, os Professores do Brasil" (Ed. Litteris). Seu primeiro livro, "6 Passos 44 Centímetros" (Ed. Multifoco) foi publicado em Abril de 2010, apresentando uma nova forma de poesia: o Soneto Brasileiro.
Além destes, Fernando Mendes é também autor de "O Contrário de Roma", um romance de humor, "Alphabetical", um livro de Sonetos Brasileiros em inglês, "PCoenmtaos", uma coletânea de contos e poesias, e "All Poetry so Far", uma coletânea de poemas em inglês escritos no site AllPoetry.

Estudando os sonetos de Shakespeare, eu percebi um detalhe interessante nos sonetos em geral: sua forma é completamente fechada, ou assim dizem muitos. Mas então, de onde sairão os sonetos ingleses? Se a forma é obrigatória, não há como mudá-la. Mas, mesmo para os que fervorosamente acham que só este ou aquele tipo de escrita é literária ou poética, se a forma pôde ser mudada, não há por que se crer que não pode ser mudada de novo. Então, por que não criar uma nova forma para o nome soneto? Quebremos as contagens de versos: 14 = 5+4+3+2. Para o autor que interesse, adicione a décima quinta linha, completando a sequência matemática. quebremos a ordem: o autor pode criar uma ordem de estrofes da menor para a maior, ou da maior para a menor, ou as misturar. quebremos a imposição de números sem significado: o autor não precisa contar sílabas, mas pode se quiser. Se decidir contar, poderá escolher usar um número ao qual esteja associado um significado, complementando sua obra ainda mais. A intenção é apresentar ao mundo uma forma mais livre de soneto e convidar autores a usá-la: o soneto brasileiro.

Contrário de Roma:
Em uma pequena cidade, a população se divide em grupos que disputam pela honra de ter mais honra, vivendo entre as críticas feitas por todos sobre os outros, em uma contínua disputa pelo direito de se dizer mais direito. Nesta pequena comunidade, um jovem rapaz se apaixona perdidamente pela imagem de uma garota a qual nunca vira antes, e que perde de vista. Ao longo de alguns capítulos curtos e quebrados, o rapaz terá de descobrir quem é esta garota por quem se apaixonou, como conquistá-la, e como poderia viver com os preconceitos de sua comunidade.






Bom pessoal, ele me mandou um exemplar do livro dele O contrário de Roma que eu ainda não li, mas em breve lerei e postarei a resenha ;)


Bom, é isso pessoal, até mais õ/
xoxo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo