02 dezembro 2012

Parceria: Fabiane Ribeiro

Última parceria, mas não menos importante: Fabiane Ribeiro.
Fizemos uma entrevista por e-mail e vou postar os dados dela:

"Lembro que, quando muito pequena, minhas distrações preferidas eram ler e escrever histórias. O tempo passou, mas isso ainda é verdade.
Então, após muita luta (como qualquer outra, que acompanha a busca de um sonho), hoje sou médica veterinária e escritora, apaixonada pelos animais e pelas palavras.
Nasci em Mogi Mirim/SP, em 1987, mas já vivi em três estados diferentes (SP, MG e PR) e não sei qual será meu próximo destino. Estou em constante mudança, reinventando a mim mesma a cada novo dia. Meu futuro será onde as águas, nascidas da fonte de minhas palavras e paixões, me levarem".



Inglaterra, 1947. A Europa encontra-se devastada pela Segunda Guerra Mundial, assim como o coração de Anny. A garota de oito anos vê seu mundo desmoronar ao receber a notícia de que não poderá mais viver com os pais e terá que se mudar de casa levando pouco mais que seu tabuleiro de xadrez. Tudo parecia um pesadelo, até que surge Pepeu, um jovem misterioso que mudará para sempre a vida de Anny, levando-a a aprender sobre o mundo e a viver momentos emocionantes sem sair dos canteiros de seu pequeno jardim. Ao lado de anjos que são colocados em sua jornada, a doce menina aprende a enfrentar as dificuldades através de lições de abnegação, fé e amor verdadeiro.





Sinopse
Cátia, após quase acabar com a própria existência, mergulhada em uma vida de vícios e erros, acorda em um local misterioso, com o coração, manchado, em uma caixa dourada, e uma projeção de si própria, presa em um espelho repugnante.
Em meio a uma cidade estranhamente maravilhosa e um amor mais forte que a própria vida, Cátia tem sua última chance de encontrar a cura para seu coração manchado.
Descubra o que é o Santuário, o clarão dourado, o templo onde a rosa flutua... Conheça cada personagem e seu coração doente.
Cada um deles terá uma última chance para salvar sua vida, devido a seus próprios erros.



Facebook 

Sinopse
Num futuro distante, em que a humanidade é completamente diferente daquela que conhecemos, Vanessa depara-se com situações para as quais foi treinada a não se importar: morte, fé, família, amor. Uma mensagem vinda do ano de 2012 é apenas o começo das mudanças em sua vida, que se intensificam quando ela começa a sonhar livremente, o que também era proibido.
Em uma narrativa sobre a reinvenção do homem do futuro, dos valores e do mundo, A gente ama, a gente sonha, é um misto de ficção futurista com os dramas atuais da humanidade, que, apesar dos esforços, nunca mudam. As perdas e os sonhos vão levar Vanessa a descobrir um mundo novo e a resgatar sentimentos escondidos em seu peito. Descobrir quem é o rapaz misterioso dos seus sonhos é apenas um de seus problemas, quando, na verdade, amar é o maior crime que ela poderia ter cometido.



Primeiro gostaria de agradecer pela parceria, isso é muito importante para o blog, então, seja bem vinda! Começando...
Eu que agradeço a oportunidade e o espaço para divulgar meu trabalho no blog.

Quantos anos você tem?  
24 anos

Quando você faz aniversário? 
30 de outubro

Além de escrever, o que faz?
Eu sou formada em Medicina Veterinária, mas não exerço a profissão. Profissionalmente eu apenas escrevo.

Quais são os livros que você já publicou?
Jogando xadrez com os anjos (cuja primeira edição chamava-se apenas “Xadrez”) e Corações em Fase Terminal.

O que te inspirou a escrevê-los?
Eu tenho muita dificuldade pra determinar quando e como surge alguma ideia ou de onde vem a inspiração. Tudo vai surgindo aos poucos em minha mente e eu vou anotando, até o dia em que percebo que tenho material suficiente para um livro. Eu apenas começo a escrever um livro quando tenho seu esboço completo, principalmente o final pronto em minha cabeça. É um processo trabalhoso, mas gosto de ter tudo anotado, justamente para não correr o risco de ficar sem ideias durante a escrita.

Qual seu gênero literário favorito? E quais são seus livros favoritos?
Eu leio de tudo. No geral, gosto de drama, romance e suspense. Alguns livros que eu citaria são A cidade do sol, O morro dos ventos uivantes, Orgulho e Preconceito e A Sombra do Vento.

Qual seu gênero musical favorito? E quais são suas bandas/cantores favoritos?
Sou muito eclética em relação aos meus gostos musicais. Acho que música depende do momento e do local em que você está. De modo geral, gosto muito de Jota Quest, Capital Inicial e Legião Urbana.

Por que você se tornou escritor (a). O que te inspirou a fazê-lo?
Eu sempre amei ler e escrever, mas confesso que nunca sonhei em ser escritora. Eu estava no quarto ano de faculdade de Medicina Veterinária, quando fiquei doente e parei os estudos por um tempinho. Nessa época, em meio a momentos difíceis, escrevi dois livros. Um deles é o romance “Jogando xadrez com os anjos”, minha primeira obra publicada. Desde então, a literatura passou a fazer parte da minha vida e dos meus sonhos.

Quais escritores que você mais gosta?
Adoro o trabalho de vários escritores, do mundo todo, e acredito que cada um traga um pouquinho de inspiração para as minhas histórias e para a minha vida.

Qual o tempo estimado que você demora para escrever um livro?
O “Jogando xadrez com os anjos” foi o mais demorado. Primeiramente, por ele ser mais longo, e também porque ele era mais detalhado e denso. Levei sete meses para concluí-lo (ele tem 400 páginas), e o “Corações em Fase Terminal” foi um desafio que lancei a mim mesma, de escrever um livro em uma semana! (ele tem 117 páginas).

Qual livro que você mais gostou de escrever?
Cada um é especial para mim de uma forma única. É impossível determinar de qual gostei mais de escrever.

Para quem quer ser escritor (a), qual dica você daria?
Se você realmente quer entrar no mercado, tenha organização. A diferença do escritor profissional e do amador, é que o profissional deve manter um ritmo de escrita, organizar suas tarefas e cumpri-las. Você é o chefe de si mesmo, então, organizar-se e cumprir metas é fundamental. Outra dica: escreva apenas sua verdade. Mesmo que seu gênero não esteja “na moda”, há leitores para todos os tipos de livros e, com certeza, você encontrará seu público. E, por fim, tenha consciência de que o mercado é competitivo, mas com o tempo e com as escolhas certas, a batalha vai se tornando cada vez mais prazerosa e o retorno faz valer a pena cada sacrifício.

O que você diria às pessoas que não lêem? Por que elas deveriam ler?
Segundo meu ponto de vista, eu diria que considero a importância da leitura imensa, fundamental para qualquer ser humano, por isso, todos deveriam ler.

Redes sociais?
Site: www.fabianeribeiro.com.br
Blog: www.reinoxadrez.blogspot.com
Twitter: @fabiribeirovet

Uma frase:
Citando meu próprio livro “Jogando xadrez com os anjos”: Não há idade para sonhar e, muito menos, para buscar sonhos antigos. Os sonhos nunca morrem”.

Muito sucesso pra você!

Bom pessoal, é isso. Espero que tenham gostado, obrigada e até mais õ/
xoxo

Um comentário:

  1. Parabéns pela parceria.

    http://ideiaampla.blogspot.com.br/2012/11/promocao-adeus-ano-velhoola-livro-novo.html
    Um xero, Ana.

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo