21 dezembro 2012

Parceira e Entrevista: Renata Salles

Oi pessoal :)) 

Bom, hoje no dia do fim do mundo... - OK eu não vou falar sobre isso porque já deu, e eu to puta! NINGUÉM VAI MORRER! Continuando.. Eu vim falar sobre a parceria que estamos fazendo com a escritora Renata Salles, ela é a autora da fanfic da saga Crepúsculo chamada Utopia. Eu sou suspeita para falar porque eu acompanho a fanfic dela e sou fanática, louca e apaixonada pela forma como ela lidou com a continuação da história. Ela me fez me apaixonar tanto quando eu já sou apaixonada por Crepúsculo, ela continuou a história de uma maneira tão rica de variedades e detalhes e paixão sabe, de uma maneira totalmente diferente da titia Ste, mas tão boa quanto. Eu realmente recomento a todos vocês que são apaixonados por Crepúsculos e se sentem vazios - como se um pedaço de vocês vagasse na palavra "Forever..." -, é realmente uma ótima leitura e vai te prender!
Bom pessoal eu fiz uma entrevista com ela para que a gente possa conhece-la um pouco melhor! Então abaixo segue a entrevista e os links para contato e para o site.


                                                 Renata Salles autora da fanfic "Utopia"

Primeiramente eu gostaria de estar te agradecendo pela entrevista e te parabenizando pelo seu livro Utopia.

Obrigada! Eu que agradeço pelo carinho e consideração.

1) Quantos anos você tem?

Tenho 19 – o tempo passa mesmo rápido, não é?

2) Além de escrever o que você faz?

Faço faculdade de Rádio e Tv e trabalho em um curso preparatório para residência médica.

3) O que te levou a se tornar escritora?

Não sei se posso me qualificar como escritora, mas obrigada. Eu realmente gosto de como isso soa.

Acho que não há um momento em que você para e pensa “ok, agora eu sou isso e vou fazer aquilo” (ou ao menos ainda não o atingi). É como uma corrente, como o mar que sempre encontra o caminho para o oceano. Você apenas se deixa levar pelo impulso, a necessidade de fazer. Eu havia devorado toda a saga Crepúsculo e, Deus, eu precisava de mais daquele amor puro e despretensioso que se encontra naquelas páginas, e precisava tirar todas aquelas possibilidades e ideias loucas da minha cabeça, precisava que aquele “e se” fosse um pouco mais real. Escrever se tornou a saída mais natural e prazerosamente dolorosa que encontrei naquele momento de êxtase.

4) Quais seus livros favoritos? E heróis literários (Escritores)? Algum te inspirou em algum momento?

Eu tenho esse problema para determinar “favoritos” porque cada trabalho me influencia de uma forma diferente em cada momento. Sou uma pessoa que se envolve muito com as coisas, então quase tudo que tenho contato, tudo que assisto, leio ou ouço exerce alguma força sobre mim, e me anima ou me inspira.

Tenho um carinho muito especial pela Saga Crepúsculo da Stephenie Meyer, porque foi o que me incitou a escrever; sou completamente apaixonada por A Guardiã Da Minha Irmã da Jodi Picoult, e por O Circo da Noite da Erin Morgenstern. Cada um desses autores, e outros que não citei, são meus heróis pelo trabalho fantástico que fizeram em suas obras, são heróis por me fazerem rir e por me emocionarem com seus pensamentos, por sua necessidade de expor com tanta beleza algo tão particular.

5) Quando você está sem inspiração ou perdida o que você faz?

Me afasto e procuro me perder ainda mais.

6) Para uma pessoa que começou a escrever agora, o que você diria?

Não há como criar algo quando você não conhece a si mesmo. Boa sorte, amigo.

7) Cite algum poema ou trecho que te defina ou tenha mexido com você.

“A vida é uma criança que brinca, que movimenta as peças do tabuleiro.

Tudo flui e nada permanece.

O Sol é novo a cada dia.”


Heráclito.

8) Vamos fazer um jogo com palavras, eu digo a palavra e você me diz a primeira coisa que vem na sua cabeça:

a)Mistério:

Empolgante.

b) Amor:

Fundamental.

c) Impossível:

Medo.

d) Conquista:

Depende do ponto de vista.

e) Utopia:

Esperança.

9) O que te inspirou a escrever "Utopia"?

Linhas soltas e uma intensa necessidade de contestar o que é dito.
Devorei os quatro livros da saga Crepúsculo com tanto ardor que, ao final, tornou-se inevitável sentir aquela necessidade de mais. Então Renesmee que desde o início me pareceu muito interessante, e sua relação com Jacob que ficou em aberto... Era instigante e perturbador. Tudo que eu precisava. E as ideias foram surgindo uma a uma, enquanto eu imaginava e especulava como seria o futuro dos personagens, e o que poderia acontecer. Havia tanta coisa! E essa necessidade era tanta que, sabendo que a Stephenie não mais escreveria a respeito (ao menos não tão cedo), me vi na inesperada situação de “faça você mesma”. De alguma forma aceitei o desafio, o que, para uma garota que odiava ler, foi quase um milagre.

10) Se pudesse resumir o que o seu livro "Utopia" significa em um parágrafo o que diria?

Utopia é sobre encontrar a si mesmo depois de perder tudo.

11) Quais os seus sonhos e metas para o futuro?

Quero trabalhar com cinema. Talvez escrever uma saga 100% minha...

12) Quais os seus gêneros literários favoritos?

Gosto muito de romances dramáticos.

13) Um cantor(a) que te inspire? Por quê?

Nesse momento estou sendo muito influenciada pela Lana Del Rey. Ela é tão jovem e tem referências tão antigas e profundas... Gosto desse olhar meio inconsequente, de devorar cada experiência. Lana apresenta uma estrada muito cheia de possibilidades de interpretação. Adoro isso!

14) Qual a resposta que você teve dos seus leitores depois que começou a escrever o livro? Isso te influenciou de alguma forma?

A resposta dos leitores mudou muito com o tempo. Quando comecei a escrever, uma das coisas que mais me questionavam era o motivo do livro não possuir o nome de um fenômeno natural, como todos os outros livros da saga. Até então eu nunca havia realmente reparado nisso, mas enfim... Talvez Utopia tenha sido a primeira ou uma das primeiras fanfics pós-Amanhecer do Brasil, então no começo isso foi difícil. As pessoas demoraram mais do que parece para aceitar uma coisa nova e abraçar a ideia. Eu tinha mais leitores de Portugal que qualquer outra coisa. Acho que quando a necessidade de mais atingiu essas pessoas que criticavam tanto, elas se abriram pouco a pouco, mas eu havia guardado Utopia em uma gaveta, e apenas a tirei quando a necessidade de criar passou a quase me estrangular.

15) Deixe seu contato e/ou redes sociais:

Hmm, vamos lá:

Renata: Tumblr.

renata_0212@hotmail.com

@rehsalles.

Utopia: Blog.

@Utopia_on.

facebook.

Segue abaixo alguns trechos da fanfic Utopia:

"(...)quase todas as noites, depois de rolar durante horas
de um lado para outro como uma carne no espeto,
sonhava com uma La Push em tons monocromáticos
ou insanamente colorida(...).
Jacob sempre estava lá:
de diversas formas, ele era tudo o que eu tinha."


Renesmee
Utopia. Capítulo 10, Sobre a cova, página 126.

"Por toda a eternidade você será meu essencial 
Te encontrarei no infinito
Seu Jacob."


Utopia. Capítulo 8, Negligências, página 117.

  "— Sabe Bella, você tem razão, você sempre teve razão: 
Jacob é realmente o Sol...
 O Sol queima."

Renesmee.
Utopia. Capítulo 7, Ligação, página 104.


                                                      Banner de parceria do Blog Utopia

Bom pessoal espero que vocês tenham gostado! Os capítulos estão disponíveis no Blog Utopia, lá vocês terão acesso a todos eles.
Beijos até a próxima.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo