29 agosto 2012

Conto: A sereia da calça quadrada

Oi pessoal, na verdade esse post deveria ser o "Resenha" que foi o de ontem, que devido a problemas técnicos entediantes não pode ser postado, mas eu decidi que envés de postar uma resenha, vou postar um conto de minha autoria junto com a minha amiga Brenda linda, e minha amiga Júlia gatinha - risos-, enfim é um conto sobre amor *-* e força de vontade! - risos - então espero que gostem!

A Sereia da calça quadrada 


"No seu aniversário de quinze anos, Ariel, mais conhecida como sabão em pó, recebeu um presente muito especial: Um bilhete único.
Naquele dia, o pai do Nemo mandou um sms para Ariel, chamando-a para acompanha-lo junto com Dori até P. Sherman, 42 Wallaby Way, Sydney, para encontrar o nemo.
Após acha-lo, descobriu que ele havia virado homem e não queria voltar pra casa, pois se tornou traficante. Resolveu então usar seu bilhete único para acompanha-lo ao Castelo das Pedras, e se apresentar com a gaiola das popozudas.
Após sua apresentação ao som de "quero ir pro mar", Ariel conheceu o Dj tubarão, e se apaixonou a primeira vista.
Beijos vão beijos vem e Ariel já estava completamente bebada. Seu amigo nemo - o traficante - a levou de volta ao mar, antes que as coisas esquentassem.
Ariel muito feliz com a experiência, contou a todo o povo do mar, que havia se apaixonado pelo Dj tubarão, e que queria passar a vida inteira ao lado dele.
Muito preocupado com toda essa história, o pai de Ariel disse:
- Filha, você não pode voltar a superficie para ficar com ele, lembre-se, você é uma sereia e não um ser humano, se você passar muito tempo sem água do mar, você vai se desintegrar.
Muito chateada e decepcionada, Ariel foi a procura das bruxas das profundezas do mar.
A primeira Bruxa, Judite, recusou o pedido de Ariel, porque ela só trabalha com baralho, buzios e trazer a pessoa amada em 3 dias.
Cheia de esperança Ariel foi até a segunda bruxa, esperando que essa a ajudasse.
Hermanoteia, a bruxa especializada em fracasso e horcruxes, com muita pena da pequena ariel, resolveu ajuda-la, porém Ariel teria que realizar 2 missões para a Bruxa.
- Ariel minha querida, sua primeira missão é desenrolar Nemo - o traficante - para mim. A segunda, é se casar com o Dj tubarão, se não você irá perder a sua forma humana e viverá como uma prisioneira para sempre.
Não querendo abrir mão desse amor, pois a esse instante, Ariel ja era um meteoro da paixão, ela aceitou a oferta.

Voltando a surperfície, Ariel consegue desenrolar Nemo - o traficante - à bruxa Hermanotéia, descobrindo que já havia uma paixão secreta entre eles. (Que se casaram e foram felizes para sempre)
Após cumprir sua primeira missão, Ariel pegou seu bilhete único e foi ao Castelo das pedras, à procura de seu tubarão encantado.
Ariel chegou cedo, pois até meia noite, damas entram de graça, mas para sua tristeza, sem a companhia de seu amigo Nemo - O traficante - ela acabou sendo barrada, porque não era a noite das novinhas.
Desolada, passou a noite vagando pelo rio das pedras, imaginando se seu tubarão encantado sentia falta dela tanto quanto ela sentia dele. Ao passar por um beco, pôde ouvir um barulho estranho. Ao se aproximar flagrou o tubarão encantado aos beijos com valeska popozuda. Sentiu uma dor profunda e voltou pro mar, a procura da bruxa Hermanoteia.

Sentindo pena da pequena Ariel, que estava chorando sem parar, e por estar muito feliz por ter encontrado Nemo - o traficante - Hermanoteia decidiu lhe dar mais uma chance, dizendo assim:
- Por ter trago meu peixinho, resolvi desfazer o seu feitiço. Minha prima, bruxa de Olinda, está tendo problemas com rapunzel, que ta tendo insônia a anos. Impedirei sua morte, se você conseguir fazer com que ela se espete.

Com medo de se tornar uma prisoneira, Ariel vai atrás de Rapunzel na colina mais alta do reino tão tão distante.
Por sorte, chega no reino no dia da vacinação. Ariel, sempre astuta, se disfarça de enfermeira, e vai ao quarto mais alto da torre mais alta, atrás de rapunzel.
Ao chegar ao local, se deparou com rapunzel fazendo chapinha em seu cabelo a espera do corcunda de Notre-damé que viria visita-la.
Anuncio sua presença, aproveitou o momento em que Rapunzel se levantou para desligar sua chapinha, e colocou a agulha na cadeira de Rapunzel.
Assim que espetou fortemente sua bunda, Rapunzel teve uma hemorragia grave e morreu.
Ariel muito feliz voltou ao mar anunciando sua vitória, casou com o bob esponja, se tornando Ariel calça quadrada e viveram felizes para sempre dentro do abacaxí mágico.

Fim."

Essa história foi escrita por mim e mais três amigas, caso queira postar credite! *

Então pessoal, espero que tenham aprovado, beijos e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo