26 julho 2012

Parceria: Liége Báccaro Toledo

Boa noite!

Venho postar a nossa terceira parceria com escritora eba! É a escritora Liége Báccaro Toledo, que escreveu o Enigma da Lua

Nasceu em Londrina, PR, em 1987, e desde que se conhece por gente gosta de contar histórias e ouvi-las. É formada em Letras na Universidade Estadual de Londrina (UEL) e é uma sôfrega mestranda da mesma instituição. Trabalha como professora de inglês, mas gosta mesmo é de escrever (não que uma coisa exclua a outra, muito pelo contrário) e de jogar RPG – e por meio dele é que vive suas aventuras, mesmo nunca saindo de sua própria cidade. É apaixonada por literatura de fantasia e romances. Começou a escrever seu primeiro livro – O Enigma da Lua – aos quinze, mas demorou anos para terminá-lo e ter a coragem de publicá-lo entre reformulações, revisões e o que mais a insegurança pudesse arranjar. Graças ao seu marido, acredita em finais felizes e acha que a vida é uma grande história (épica!) de amor.



Primeiro gostaria de agradecer pela parceria, isso é muito importante para o blog, então, seja bem vinda! Começando...

Quantos anos você tem? (não é necessário responder essa pergunta)
Tenho 24 anos, e esse ano faço 25!

Quando você faz aniversário?
No dia 19 de outubro.

Quais são os livros que você já publicou?
Bem, eu publiquei apenas o meu primeiro livro (O Enigma da Lua – A Centésima Vida) em PDF e no Clube de Autores. Mas em breve pretendo publicar o meu segundo, a continuação de A Centésima Vida, também de maneira independente. Se tudo der certo, sai esse ano ainda!

O que te inspirou a escrevê-los?
Eu acho que vários fatores me inspiraram. Eu sempre adorei inventar histórias, desde muito pequena, e sempre amei fantasia, principalmente fantasia medieval. Quando tinha 15 anos comecei a jogar RPG (role playing game, um jogo de interpretação) focado nessa temática, e do jogo veio a inspiração principal. Mas as ideias para a história em si vieram de músicas (uma fonte de inspiração constante para mim), livros, jogos, filmes, gibis, e o que quer que tenha personagens e enredos que me cativem. Quando você gosta muito de fazer uma coisa, parece que as inspirações estão sempre ali – o problema é você conseguir transformar isso tudo em uma boa ideia, com uma escrita clara e convincente!

Qual seu gênero literário favorito?
Eu gosto de fantasia. Aquela fantasia clássica mesmo, estilo O Senhor dos Anéis. Parafraseando a Bela, de A Bela e a Fera, “Lugares distantes, duelos de espadas, feitiços, príncipes disfarçados...”.  Coloque “um bom romance” no meio disso e aí você tem a fórmula aproximada do tipo de coisa que eu mais gosto de ler, hehehe!

Quais são seus livros favoritos?
Gosto de muitos livros, mas tenho dois favoritos: O Senhor dos Anéis, do J.R.R. Tolkien, que dispensa apresentações, e A História Sem Fim, do Michael Ende. Esse último, inclusive, eu recomendo fortemente para quem gosta de fantasia e gosta de escrever e criar. É uma homenagem a todos que amam essas coisas, uma das obras mais lindas que eu já li. Fora da vertente “fantasia”, meu livro favorito é Orgulho e Preconceito, da Jane Austen.

Qual seu gênero musical favorito?
Eu gosto muito de música. Gosto de quase tudo, mas meus gêneros favoritos são o metal melódico e a música clássica e instrumental, incluindo aí trilhas sonoras instrumentais que são uma paixão! Tenho até uma pequena coleção de CDs de trilhas de filmes.

Quais são suas bandas/cantores favoritos?
Adoro Rhapsody of Fire, Blind Guardian, Within Temptation, Nightwish, Manowar, Queen, entre outras.  Minha cantora favorita é a Loreena Mckennitt. Ela é uma verdadeira barda, compõe, canta e toca vários instrumentos.

Por que você se tornou escritora? O que te inspirou a fazê-los?
Não sei se eu já consigo me denominar “escritora”, acredito que eu ainda seja uma pessoa que esteja trilhando esse caminho, aprendendo a escrever “literariamente” falando. Mas eu continuo nesse caminho simplesmente porque amo escrever, não consigo ficar sem criar histórias. Eu sinto que tenho um mundo dentro de mim tentando se expressar, e o meu esforço maior é o de conseguir mostrar esse mundo da melhor maneira possível. Por isso quero tanto melhorar minha escrita: para que esse mundo seja passado aos outros como merece ser passado!  Acho que todo mundo que cria tem histórias incríveis dentro da cabeça, mundos ricos... as limitações acontecem quando vamos transferir tudo isso para o papel.

Quais escritores que você mais gosta?
Acredito que meu escritor favorito seja Tolkien, exatamente pela capacidade maravilhosa que ele teve de mostrar o mundo que tinha dentro de si por meio de seus livros. As línguas, os povos, a história da Terra-Média, tudo o que Tolkien criou me fascina muito. 

Qual o tempo estimado que você demora para escrever um livro?
O primeiro demorei 8 anos para terminar! Mas isso porque eu parava muito. Não encarava como algo que um dia teria coragem de publicar. De repente me vi terminando e quis tentar ver se alguém se interessaria. Como algumas pessoas se interessaram e até gostaram, o que me deixou surpresa e feliz, agora estou no meu segundo, e creio que demorarei cerca de um ano para terminar, lançando ainda esse ano.

Qual livro que você mais gostou de escrever?
Por enquanto, gostei muito de escrever o primeiro e o segundo também está sendo uma delícia! Mas é trabalhoso também, com certeza.

Para quem quer ser escritor, qual dica você daria?
Bem, como eu já disse, não me enxergo ainda como uma “escritora” pronta e formada, mas... se eu posso dar uma dica, eu diria: não tenha medo de mostrar a sua história, seu mundo, seus personagens. Tente! Eu não me arrependi até agora. Busque conselhos, busque ajuda, busque um bom revisor, uma leitura crítica, mas também não se paralise com medo, ansiedade e expectativa. Cada pessoa vai ter um conselho diferente, uma visão diferente... e é sempre muito bom ouvir as opiniões e seguir aquilo que você sabe que vai melhorar a sua escrita. Mas eu acho que sempre devemos escrever sobre aquilo que NÓS gostamos. Isso faz uma diferença tremenda.  

O que você diria às pessoas que não leem? Por que elas deveriam ler?
Não sei bem... eu acho que não gosto de dizer as  pessoas porque elas “devem” fazer algo. Acho que compartilharia as minhas experiências de leitura e diria o porquê ler é bom para mim. A partir disso, quem sabe não conseguisse convencer alguém, hehehe! Acho que a melhor forma de demonstrar que algo é bom e importante é demonstrar isso por meio de exemplos próprios, quando possível!

Redes sociais?
Meu blog (blog do livro): http://oenigmadalua.blogspot.com.br/
Twitter: @AstreyaBhael (O Enigma da Lua)

Uma frase: “Tudo vale a pena se a alma não é pequena” – Fernando Pessoa.

Muito sucesso pra você!
Obrigada, para você também!
Segue abaixo a sinopse do seu livro O enigma da Lua.


Número de páginas (impresso): 351 
Edição: 1(2012) 
Formato: A5 148x210 
Acabamento: Brochura c/ orelha 
Tipo de papel: Offset 75g
Editora (versão impressa): Clube de Autores
Ilustrações da capa e internas: Angela Takagui.
Versão digital (Asgard Legends):
Arquivo: PDF
Tamanho: A4
Capa e Miolo coloridos
Número de Páginas: 185 

Quando Driali, uma clériga da Deusa Lua, dá à luz sua segunda filha, Elora, ela não só se depara com uma linda criança, mas também com uma das mais preciosas e complexas criações de sua divindade. O que sua filha e Laucian - um meio-elfo e melhor amigo da jovem Elora - representam é algo que a clériga tenta esconder durante anos, por medo das consequências e perigos que podem se abater sobre os dois jovens. Contudo, quando a paz da acolhedora cidade de Silena começa a ser ameaçada por sombras de um mal há muito adormecido, Driali decide que é chegada a hora de revelar o que sabe. A partir de então, quatro amigos – Elora, Laucian, Myron e Valenia – descobrem que precisarão, cada um a sua maneira, tomar decisões que mudarão para sempre suas vidas e o destino de todos aqueles que os cercam. Suas jornadas e o desenrolar de uma batalha de luz e trevas que envolve todo o mundo de Edrim e o poder de deuses e suas criaturas está apenas começando...

100 vidas eu viverei até que pague por isso
100 vidas eu viverei até que o Escuro seja banido
100 vidas viveremos separados, até que possamos nos encontrar novamente
100 vezes sozinhos, e uma vez mais juntos
Quando ele finalmente nos abandonará
Blog oficial do livro
Página do livro no Skoob
Página do livro no Clube de Autores
Página do livro na Asgard Legends
Twitter O Enigma da Lua: @AstreyaBhael

Book Trailer:



É isso ai pessoal, até mais!

4 comentários:

  1. Muito obrigada pela oportunidade de divulgar meu livrinho por aqui, Aline! A postagem ficou linda!! E eu gostei muito de responder a entrevista. Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço por sua parceria! Até mais.

    ResponderExcluir
  3. O post ficou muito bom e completo mesmo! Meus parabéns, barda Aline!

    E parabéns às duas pela bela entrevista!

    ResponderExcluir

Seu comentário nos deixará extremamente feliz, mas lembre-se: Tenha cuidado, as palavras tem poder.

- Não faça ofensas
- Não seja intolerante
- Não desrespeite a opinião alheia
- Se for divulgar, ao menos comente sobre o blog!

Não se esqueça de no final deixar o link do seu blog pra podermos retribuir, será um prazer.

Obrigada ♥
xoxo